CRÔNICAS

A história do tênis em Jequié Ivonildo Calheira

A História do Tênis em Jequié

Ivonildo Calheira



O sucesso da prática do tênis em Jequié não veio por acaso. No passado, João Aguiar, tenista que homenageamos com seu nome em uma de nossas arquibancadas, foi o melhor tenista de Jequié, na época, ao lado Milton Rebello, Nilton Araújo, Nelson Moraes, dentre outros. Estes tenistas iniciaram a prática deste elegante esporte em nossas terras ensolaradas.

Depois de mais de 20 anos, desde quando foram desativadas as duas quadras de saibro do Jequié Tênis Clube (JTC), e transformadas em piscinas, a Cidade Sol ficou sem espaço apropriado para a prática do Tênis. Quando retornei dos Estados Unidos, onde comecei a jogar tênis com o alemão Uwe Baer, em 1999, para instalar em Jequié o Hospital de Olhos Calheira (HOC), procurei uma quadra em Jequié e não achei. Eu e mais alguns entusiastas deste esporte, pintamos as marcações de tênis em uma quadra de cimento no Sítio Lírio do Vale, de Ney Araújo, e fizemos o primeiro Calheira Open de Tênis. Nesta oportunidade, tive a honra de fazer dupla com Luís Faleiro, de Itapetinga, quando ganhei meu primeiro troféu de campeão. Me apaixonei de vêz pelo tênis. Pintamos uma quadra de tênis numa quadra do JTC e continuamos o esporte, trazendo o primeiro professor de tênis para Jequié, o chileno Sérgio. Foi quando, com Ivaldo de Braga Senna, resolvemos fazer uma quadra de tênis de verdade. Tentamos inicialmente um espaço na AABB de Jequié, mas o diretor da época nos disse que não seria possível. Conseguimos, então, o espaço no Clube dos Maçons, pelo apoio do saudoso professor e tenista Milton Rabelo. Foi quando Ivaldo me falou: Ivonildo, uma quadra é pouco. Quanto mais quadras, menos quadra! Ele quis dizer que para o surgimento de mais tenistas deveria ter mais quadras. Na época Luis Pedreira fazia um circuito baiano no interior, com o nome Bahia Point. Resolvi fazer 4 quadras iluminadas. Gastei na época 50 mil reais e fizemos uma inauguração com mais um Calheira Open, desta vez com mais de cem tenistas de toda a Bahia. Ivaldo Senna, Pato Rouco, Carlinhos, Ney Araújo, Márcio Araújo, Vidal, Antônio Pessoa, tenistas daquela época, muitos deles jogam até hoje. De Salvador trouxe o professor Peu - Everaldo da Silva Vieira, que ficou por vários anos no Calheira -Senna, e depois, com a construção das quadras da AABB, foi trabalhar no novo espaço tenístico.
Jequié tem hoje o melhor tenista juvenil da Bahia, crescido nas quadras do Clube de Tênis Calheira -Senna: Gustavo Campos, filho do tenista Guto, e que jogou com meu filho Thiago Calheira, na infância. Já disputando torneios profissionais pelo Brasil afora, o nosso Guga jequieense está entre os 30 melhores do Brasil, já tendo treinado na Espanha, na Academia de Rafael Nadal, prêmio que conquistou após se destacar na Copa Itaú de Tênis.

São muitos os tenistas entusiastas que fazem o sucesso do tênis na Cidade Sol, além do Prof. Gilberto Júnior, temos: Everaldo Silva ( Peu), Elisio Alves, Gledsnei Santos, Éverton Oliveira, Islan Katramachi, Jarlon Bahia, Daniele Lima, Thiago Marques, Matheus Senna, Antonio Vidal, Pato Rouco, Arthur Castilho, Igor Dourado, Giuliano Pablo, Junior Sampaio, JoãoPedro, Fabiano Argollo, Daniel Argollo, Daniel Nogueira, Eloisio Nogueira, Heitor Duarte, Jorge Elias, e tantos outros.
Agora realizamos o XVII Calheira Open de Tênis com muito orgulho. O professor Júnior, que começou como boleiro, aprendeu a jogar na Escolinha de Tênis do clube, projeto social magnífico, quando o professor de tênis era o argentino Luís Ibarra. Hoje o professor Júnior conduz com maestria o Clube de Tênis Calheira-Senna.
Neste ano tivemos tenistas de Jequié, Salvador, Jaguaquara, Ipiaú, Gandu, Ilhéus e Itapetinga. Tenistas ilustres como Agda Silva, do site TenisBahia, Carlos Paes, de Itapetinga e Guto, de Jequié, que apoiam e honram o tênis baiano, prestigiaram esta edição do Calheira Open. Obrigado de coração a cada tenista que ajudou a dar brilho a este torneio. E até o próximo XVIII Calheira Open de Tênis, se Deus quiser.

Cronista: A história do tênis em Jequié Ivonildo Calheira

Receba nossos informativos

Nome
E-mail