CRÔNICAS

Copa Costa Verde 40 Anos

Em comemoração aos quarenta aos de existência do Costa Verde Tennis Clube, vivemos duas semanas de experiências tenisticas inovadoras e incríveis. Na primeira semana presenciamos os jogos de classes onde muitos tenistas de outros estados prestiagiaram o evento em função da robusta premiação em dinheiro. Vimos nas quadras do clube jovens de Aracaju, Brasilia, São Paulo entre outros estados disputando belos jogos. Entretanto o que mais nos encantou foi a chance de assistir na quadra 3 o jogo de Silas Cerqueira de Feira de Santana vs Rai Araujo de SP pupilo de José Cicero da Silva ”O Baianinho de Garanhaus" como é mais conhecido nos meios tenisticos do sul do Pais. Silas Cerqueira e Rai Araujo fizeram um ótimo jogo e nos fez recordar a fase maravilhosa que Silas viveu na sua carreira de juvenil e do quanto torcemos por seu sucesso profissional. Foi muito bom vê-lo desferindo belos golpes.

Outro momento maravilhoso foi constatar a performance de Gabriel Pacheco, tenista de Montevideu, com passagem por Portugal e agora residente em Alagoinhas onde tem uma Academia de Tênis. Gabriel fez a final contra Vitorio Xavier de SP na Categoria 55 anos Masculino. Inacreditável vê-lo nas quadras de tênis depois de ter sido submetido a uma cirurgia de intestino e desferindo belos golpes apesar de usar uma bolsa de colostomia. Bonito seu exemplo de vitalidade, elegância e paixão pelo tênis, Gabriel.

Outro interessante destaque que tivemos a oportunidade de assistir no decorrer do evento foi o jogo de Vitor Gabriel de Sergipe vs Leon Spinks de Feira de Santana.

Destaque que nos enche de orgulho e satisfação é ver o mestre Pedro Silva fazendo mais uma final em sua carreira contra o simpático tenista de São Paulo Luis Antonio Braga. Um show de tênis e de elegância. Nossos parabéns às tenistas Nilda Santana, Celha Trippo, Leila Silva, Tania Meirelles, Valdinete Silva de Aracaju e Telma Resende de Maceió por sua ótima participação e títulos conquistados.

Pra finalizar, destacamos para a participacão de Renata Barreto. A última vez que a vimos ela era pequenina, foi num almoço na residência de seus pais, ela estava tomando banho de piscina no principio dos anos noventa. Renata agora formada em medicina, casada e mãe, disputando uma competição de alto nível contra Lorena Casagrande e erguendo a taça de campeã. O que mais nos impressionou foi a sua capacidade de competir apesar da recém gravidez e ainda amamentando sua filhinha Marcela de apenas quatro meses.

Cronista: Copa Costa Verde 40 Anos

Receba nossos informativos

Nome
E-mail